• w-facebook
  • Instagram - Cinza Círculo

Tipos de Concreto

CONCRETO

Depois da água, é um dos materiais mais utilizados no mundo. Seus componentes normalmente usados são: cimento Portland, agregados (miúdos e graúdos), água, adições e aditivos.
O concreto é definido como sendo a mistura de um aglomerante (cimento Portland), agregado (areia e britas), água e aditivos, com a finalidade de construção de peças para obras civis.
No entanto, situações especiais poderão existir, levando-se em conta as particularidades das peças as quais serão concretadas. Sendo assim, outros agregados poderão ser utilizados, como: EPS, argila expandida, agregados de pneus, vermiculita, hematita, barita, etc. Ainda, adições aglomerantes como: sílica ativa, metacaulim, pozolanas, etc.
Aditivos especiais: retardadores, aceleradores isentos de cloretos, superplastificantes, hiper-plastificantes, incorporadores de ar, impermeabilizantes, hidrofugantes, pigmentos, entre outros.
Outras adições: fibras de aço, nylon, polipropileno, de vidro, etc.
O concreto no estado fresco permite ser moldado nas mais diversas formas, texturas e finalidades.
Para produzir um concreto com qualidade necessitamos de vários cuidados. Desde as escolhas dos materiais, a determinação de um traço que garanta a resistência e a durabilidade desejada, a homogeneização de mistura, sua correta aplicação e adensamento até a cura adequada, que garante a perfeita hidratação do cimento.

 

TIPOS DE CONCRETO E SUAS APLICAÇÃOES

1. Concreto Convencional

Utilizados em obras corriqueiras de aplicação normal, ou seja, não requer tipo de equipamento (bomba) para disposição final. Normalmente usado para estes concretos somente um tipo de adensamento (vibrador) para sua aplicação e para que atenda as exigências de resistência, coesão e durabilidade do concreto.

2. Concreto Ciclópico

O concreto ciclópico é a incorporação de pedras denominadas "pedras de mão" ou "matacão" ao concreto pronto, geralmente essas pedras tem peso superior a 5 kg por exemplar.

 

3. Concreto Bombeável

Defini-se com concreto bombeável como o concreto transportado por pressão através de tubos rígidos ou mangueiras flexíveis e descarregado diretamente ou próximos dos pontos onde deve ser aplicado. A pressão pode ser aplicada por meio de pistões, por meio de ar comprimido ou pela deformação de tubos flexíveis.
O concreto bombeável não devera segregar (separação dos agregados), para garantir essa característica à composição das misturas (dosagem) do concreto devem obedecer alguns cuidados:
Trabalhabilidade compatível com o equipamento (bomba), quantidade de argamassa suficiente e cimento suficiente para facilitar o deslocamento do concreto no tubo, que o a dimensão máxima característica no máximo de 25 mm(sugestão de no máximo de 25%), também para grandes alturas deverão ser previstos agregados menores.

 

4. Concreto Auto-adensável

Indicados para concretagem de peças densamente armadas, estruturas pré-moldadas, forma de alto relevo, fachadas em concretos aparente, painéis arquitetônicos, lajes, vigas, etc. Este concreto sempre utiliza aditivos superplastificante, que facilita o bombeamento.

 

5. Concreto Alto Desempenho

O Concreto de alto desempenho (CAD) é dosado para obter elevada resistência a durabilidade, pode proporcionar desformas rápida, maior rapidez na execução da obra.

 

6. Concreto Rolado

Utilizado em pavimentações urbanas, como sub-base de pavimentos e barragens de grande porte. Seu baixo consumo de cimento e sua baixa trabalhabilidade permitem a compactação através de rolos compressores.

 

7. Concreto para Pavimento Rígido

Aplicação nas estradas, também utilizado em reformas ou construções de pistas de aeroportos, nos corredores de ônibus e em grandes avenidas das cidades.

 

8. Concreto Pré-moldado

Concretos pré-moldados são elementos estruturais como: pilares, vigas, lajes e outros, produzidos no lugar não definitivo de sua aplicação, geralmente em indústria.

9. Concreto Projetado

Concreto lançado por equipamentos especiais e em alta velocidade sobre uma superfície, proporcionando a compactação e aderência do mesmo a esta superfície. Geralmente aplicados em túneis, paredes, contenção de encostas, etc.

10. Concreto Protendido

A protensão do concreto pode ser definida como sendo o artifício de introduzir na estruturas, um estado prévio de tensões, através de uma compressão prévia na peça concretada. Utilizados cabos de aço de alta resistência, que são tracionados e fixados no próprio concreto.

 

11. Concreto Resfriado

Este concreto é lançado através de adição de gelo à sua mistura, em substituição total ou parcial da água de dosagem. Sua adição tem como objetivo principal, a redução das tensões térmicas, através da diminuição do calor de hidratação nas primeiras horas. Este tipo de concreto é utilizado geralmente em grandes volumes de concretos, barragens.